Aci-e participa de congresso da Federasul e apresenta case

Bernardete, Tonin, Tomé e Renata Galiotto, com a presidente da Federasul, Simone Leite

O que o Brasil precisa fazer para ser um país de renda alta e como as associações comerciais e industriais querem ver o sistema associativista daqui a quatro anos foram alguns dos assuntos abordados no 12º Congresso da Federasul, realizado em Canela, nos dias 12 e 13.
Entre os participantes, estiveram o presidente da Aci-e, Marcos Tonin; a vice-presidente, Renata Galiotto; o diretor administrativo/financeiro, Tomé Galiotto, e a secretária executiva, Bernardete Rissi.
A busca pelo método na realização das tarefas, a ampliação das fontes de receita e o perfil profissional dos diretores e funcionários estão entre as formas apontadas pelos painelistas como influenciadores do fortalecimento das entidades de classe empresarial e do desenvolvimento dos municípios. Arthur Bender falou sobre significado e liderança, enaltecendo o poder da marca pessoal nas instituições. “A marca faz o caminho, que marca você quer deixar?”, questiona. Conforme Bender, não existe paraíso corporativo nem profissão perfeita. O mais importante, segundo ele, é o significado. “Por que causa você levanta todos os dias?”
A presidente da Federasul, Simone Leite, conduziu os painéis do Congresso destacando que a principal pauta da entidade-mãe das ACIs é o desenvolvimento econômico do Estado.
No evento, sete municípios foram selecionados para apresentar cases de sucesso. Encantado levou a Suinofest, destacando seu crescimento ao longo das edições e o envolvimento das comunidades de Encantado na realização da festa.

Fonte Livia Oselame- Assessoria de imprensa AIC-E

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...